DESCUBRA UMA NOVA FORMA DE VIAJAR O MUNDO ATRAVÉS DO WORK EXCHANGE. ECONOMIZE E AGREGUE EXPERIÊNCIAS RICAS NA SUA BAGAGEM.

Conheça o House Sitting, um programa de hospedagem gratuita no mundo todo

Afirmar não ter dinheiro para custear as despesas é o principal motivo que ouvimos quando alguém tenta nos justificar o porquê de não viajar. Turismo pode ser algo bem caro mesmo, ou até inalcançável caso não esteja aliado a um bom planejamento de gastos. E se uma semana de férias já costuma fazer um tremendo estrago na conta bancária, como é possível viajar por um ano inteiro sem depender de, sei lá, ganhar na loteria?

Passar um ano viajando pela América Latina ou pelo Sudeste Asiático pode ser extremamente barato. Permanecer longos períodos em países cujas moedas são desvalorizadas frente ao Real torna relativamente fácil estender a duração de uma viagem, mas como custear um ano de viagem pagando restaurante em Dólares, entrada de museu em Euros ou fazendo compras em Libras? O Dólar Neozelandês (NZD), por exemplo, nem é das moedas mais valorizadas da parte desenvolvida do mundo e ainda assim precisamos de 2 Reais para comprar cada NZD.

House sitting é a solução que nos mantém (e pode manter qualquer um) viajando por tanto tempo. Através deste sistema, pessoas ao redor do mundo que querem viajar e precisam manter alguém cuidando de suas casas e seus animais encontram outros dispostos a arcar com o serviço em troca de hospedagem gratuita pelo período.

É uma situação onde todos saem ganhando. Os proprietários têm tranqüilidade para viajar, mantém a casa segura e economizam pequenas fortunas em diárias de canis, os novos moradores ganham hospedagem pela qual jamais poderiam bancar e novos amigos, além de economizarem indiretamente em alimentação e transporte, pois têm uma cozinha toda equipada e às vezes acesso a um carro.

Nosso gasto real viajando através de house sitting é de 18USD por dia.  Que tal? E ainda vivemos em casas de 4 quartos, às vezes com piscina, churrasqueira e carro à disposição.

Viver de House Sitting na Nova Zelândia é mais barato que viajar para a Bolívia, por exemplo, um dos países mais baratos em que já estivemos. É mais barato também que manter um apartamento alugado no Rio de Janeiro, como fazíamos antes disso tudo começar.

Você já parou para pensar quantos dias de trabalho são necessários no mês apenas para pagar as contas da casa? Aluguel, Condomínio, IPTU, água, luz, gás, telefone, internet, TV a cabo, a lista vai longe. E se o dinheiro que hoje escoa para bancar estas despesas pudesse ser usado apenas para financiar suas viagens? Viajar por um ano já não parece mais tão inatingível, certo?

Trusted Housesitters e House Carers

Há diversos sites que fazem o serviço de conectar proprietários e candidatos a house sitters, cada um com um perfil diferente e voltado a públicos específicos. Todos cobram uma taxa de anuidade, mas o valor soa irrisório diante da economia realizada.

Nós usamos regularmente o KiwiHouseSitters, que publica apenas casas na Nova Zelândia, mas temos cadastro também no Trusted Housesitters, o maior do ramo, e aquele que indicamos a todos que pretendem ingressar neste universo é o House Carers, que apesar de menor, também publica anúncios em todo o mundo e tem uma anuidade mais em conta, ideal para quem está começando.

House Sitting, em geral, é uma atividade bem comum nos países de colonização britânica e, por oferta e procura, é bem mais fácil se iniciar neste universo se candidatando a casas em países como EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Irlanda, além do Reino Unido.

Fora estes, a oferta é bem grande também na França. E há outros com uma procura razoável como Alemanha, Espanha e Itália. No total, o Trusted HouseSitters estima já ter mediado o processo de troca de hospedagem em cerca de 70 países. Vale a pena dar uma olhada no site e ter uma estimativa do que e onde surgem os anúncios.

Ao clicar no banner abaixo e fazer sua inscrição anual no Trusted House Sitters, o maior site de House Sitting, você ganha mais quatro meses grátis. Basta  inserir o código SUMMERSIT12. 




Fonte: Vida Cigana

Post Author
Amanda Barbosa

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Por Uma Vida Mais Rica ☆Se reinventando na maneira de viajar o mundo. Colaboração + tecnologia = experiências ricas (e econômicas)☆by Amanda Barbosa 👻Snapchat: vidamaisrica

Siga-me no Instagram