DESCUBRA UMA NOVA FORMA DE VIAJAR O MUNDO ATRAVÉS DO WORK EXCHANGE. ECONOMIZE E AGREGUE EXPERIÊNCIAS RICAS NA SUA BAGAGEM.

A minha reflexão sobre o empoderamento feminino

Ando me deparando com muitos homens e mulheres vivendo papéis distorcidos, e isso tem me trazido boas reflexões… – abre aspas: antes de qualquer coisa, quero deixar bem claro que esse texto não foi escrito para defender, condenar, criticar ou julgar o movimento feminista e tão pouco o machista… essas são apenas as minhas visões do mundo atual – fecha aspas.

…Nós, mulheres, estamos empoderadas, e isso tem gerado alguns conflitos entre ambos os sexos, já que hoje em dia, a forma como nos colocamos para o mundo, para os relacionamentos e para nossas vidas, nada tem a ver com o comportamento da maioria de nossas mães, avós e bizavós.

Mas e o que é esse tal empoderamento feminino?

Desde que o mundo é mundo, o homem sempre foi o provedor, e a mulher a cuidadora de suas crias, mas pouco a pouco, o cenário foi mudando. Foram muitas lutas, mortes, questões religiosas/políticas/culturais a serem desmistificadas, e isso fortalece, transmuta e empodera.

Hoje em dia, as mulheres falam de economia, futebol e negócios com tanta naturalidade quanto falavam sobre suas tarefas domésticas. Não há mais distinção sobre “isso é assunto de homem ou aquilo é coisa de mulher”. As mulheres começaram a conquistar papéis que antes não existiam.

O que ocorre, é que muitas mulheres têm levantado a bandeira feminista com tanta força, que acabam se esquecendo de sua feminilidade, o que de certa forma assusta o sexo oposto. Os homens não estão conseguindo lidar com essa nova versão da mulher “empoderada”, e não é culpa deles ou delas. Talvez, isso só esteja acontecendo por falta do tal do autoconhecimento de todos os envolvidos.

Não há nada de errado em trabalhar fora, ganhar mais que o marido, ser independente, viajar sozinha ou o que seja… porém, muitas vezes, para conseguir manter o posto que tanto lutou para conquistar, a mulher se defende, e acaba se distanciando de sua essência.

“Tentei ser gentil ao abrir a porta do carro para a garota que eu estava saindo, e ouvi coisas absurdas. Fiquei sem referência” –  relatou um amigo.

É preciso encontrar um ponto de equilíbrio em meio a toda essa revolução, deixar de lado esse sentimento de separação, de divisão que se criou. Somos sim diferentes uns dos outros, mas no fundo, buscamos a mesma coisa: o amor e a necessidade de pertencimento.

Empoderamento feminino - Por Uma Vida Mais Rica

Nós, mulheres, temos que aprender (ou reaprender) a demonstrar nossas fragilidades, nossos medos, nossas necessidades em recebermos cuidado, e isso não faz com que sejamos menos, mais ou melhor que ninguém…

Já os homens, precisam, acima de tudo, deixar de lado essa necessidade constante de autoafirmação. O mundo está suficientemente maduro para entender que chorar, ter medo, fracassar ou fraquejar já não é mais coisa só de mulher ou de “maricas”, mas sim de toda e qualquer pessoa que possui um coração pulsando dentro de seu corpo.

Precisamos nos desapegar de opiniões pré concebidas e aprender a enxergar homens e mulheres como seres de um mesmo gênero, que estão aqui para se completarem e ensinar algo que sozinhos (ou sozinhas), seríamos incapazes de entender. Afinal, o que seria do empoderamento feminino se não existissem os homens para nos fortalecer?

Não importa qual seja a ordem dos fatores, o que importa mesmo é o produto final. Um com o outro é muito melhor!

 

Post Author
Amanda Barbosa

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

Por Uma Vida Mais Rica ☆Se reinventando na maneira de viajar o mundo. Colaboração + tecnologia = experiências ricas (e econômicas)☆by Amanda Barbosa 👻Snapchat: vidamaisrica

Siga-me no Instagram